Os cantos e os mergulhos de uma pequena sereia neste enorme mar da vida...

Cantos recentes

6 meses...

8 semanas...

24 dias...

O Parto!

E o André nasceu!!!!

36 semanas + 4 dias...

36 semanas...

35 semanas...

34 semanas + 1 dia...

33 semanas + 1 dia...

Cantos anteriores

Novembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Agosto 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Outros mergulhos

Quinta-feira, 6 de Julho de 2006

E mais respostas...

Apesar de algumas respostas agradáveis que vou descobrindo, também vou descobrindo outras que gosto menos...

Apesar de tudo continuas com medo, continuas a manter uma corrente pesada nos pés que te impedem de voar, que não te deixam sonhar ao sabor do coração...

E eu, que já libertei essas correntes, estou lá no alto com um terrível medo de cair...

A cada dia, a cada conversa, surpreendes-me com mais um pequeno detalhe que descubro que temos em comum, detalhes tão pequenos que se tornam grandes e surpreendentes por serem comuns, detalhes que eu não revelei por considerar que é cedo para o fazer, ou que os considerarias insignificantes, ou simplesmente por achar que são muito "cor-de-rosa"... Cumpres tantos "requisitos" que eu, a esta altura do campeonato, nunca esperei encontrar numa só pessoa...  e por isso fico mais apaixonada por ti...

No entanto, tu tens medo, não te libertas, dizes que estás a dar pequenos passos...

Até agora acredito que sim, que te estás a esforçar para te libertares, e tenho esperanças que o consigas...

Mas tenho um medo ENORME que daqui a um tempo, ou tu, ou eu, verificamos que não conseguiste libertar-te, que se ainda não aconteceu não vai acontecer, e como ficarei eu???

Como ficarei eu ao constatar que um homem que reúne tantos "requisitos" meus não irá ficar comigo? Como é que eu me levantarei depois de me estatelar no chão, caída lá do céu?
Esta dúvida angustia-me e quero abrandar um pouco, mas o meu coração não tem travões...

Eu sei que o tempo me vai dar respostas, mas demora tanto a chegar...

E fico a pensar... se não for para ser, porque é que te conheci? Porque te revelas deste modo para mim? Para experimentar aquilo que sempre quis e depois, mais uma vez, sem mais nem menos, cair tudo por terra, como se eu merecesse mais uma desilusão? Mereço?

sinto-me: angustiada
cantado por Sereia.76 às 19:33
link do post | mergulhar | favorito

Sereia...

pesquisar

 

Novembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
blogs SAPO

A nossa opção...

Daisypath Anniversary Years Ticker

Evolução do André...

Lilypie