Os cantos e os mergulhos de uma pequena sereia neste enorme mar da vida...

Cantos recentes

6 meses...

8 semanas...

24 dias...

O Parto!

E o André nasceu!!!!

36 semanas + 4 dias...

36 semanas...

35 semanas...

34 semanas + 1 dia...

33 semanas + 1 dia...

Cantos anteriores

Novembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Agosto 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Outros mergulhos

Quinta-feira, 15 de Fevereiro de 2007

E agora mais calma...

Parece que sim, parece que finalmente percebeste... Devagarinho, é verdade, mas aos poucos acho que estás a melhorar...

Julgo que estamos no bom caminho, finalmente... E já não era sem tempo, porque nós merecemos mais, merecemos melhor... Mas só podemos ser felizes se nos predisposermos a isso.

Vamos ver... estou com esperança, assim tenho analisado os momentos que temos partilhado.

Agora estou aguardando...

cantado por Sereia.76 às 10:39
link do post | mergulhar | favorito
Terça-feira, 6 de Fevereiro de 2007

Penúltima...

Bem, já passou uma semana e meia, mas fizeste-me a penúltima...

Penúltima porque se houver outra será garantidamente a última, estou a dar-te a derradeira oportunidade!

Fartei-me dos teus medos, como te disse, eu sou assim, agora e daqui a 1 ano, 10 anos... Ou decides confiar ou então abandonas o barco de vez e eu vou seguir em frente. Tens de confiar, és tu que decides se confias ou não, mas tens de decidir.

Chega, chega de eu passar a vida com medo se tens outra crise de confiança, chega, chega!

Desta vez ultrapassaste os limites! Atiraste a bomba por sms logo ao acordar, estavas com pouca bateria e só regressavas ao fim do dia.

Deixaste-me de rastos, brincaste com os meus sentimentos, foste cruel... Depois dizes-me que não era isso que querias dizer, não era essa a intenção. De boas intenções está o inferno cheio! Disse-te tudo o que tinha para dizer, tu ouviste e deste-me razão, reconheceste que tens errado, prometeste que não volta a acontecer...

Agora não vai lá com palavras, só com acções... E olha que não vou esperar muito tempo! Sinto que estou eu a remar sozinha este barco, e ainda por cima tenho de andar sempre a voltar atrás para voltar a puxar-te para cima dele...

Há-de chegar o tempo que eu me canso de não ter ajuda, sabes que só funciona bem quando somos dois a remar em sintonia...

Estou à espera... continuo à espera, mas olha que não gosto de dar murros em ponta de faca, vai chegar a uma altura que eu, por defesa, vou deixar de te amar, porque este amor não me faz feliz, e eu amo-me mais a mim...

Não entendo isto como pouco amor, mas mais por muito amor a mim, se um amor por alguém não nos faz bem, nós deixamos de a amar, porque temos um amor maior, o amor próprio

Eu estou à espera, mas começo a sentir-me cansada de amar sozinha... Eu dou para receber, não exijo mais do que dou, só que para azar teu (ou mais sorte tua!) eu dou tudo, e por isso exijo tudo! Nada mais, nada menos!

Eu mereço o melhor, pois dou o melhor de mim, e é só isso que me satisfará. Não demores muito...

sinto-me: desesperando á espera...
cantado por Sereia.76 às 09:35
link do post | mergulhar | favorito

Sereia...

pesquisar

 

Novembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
blogs SAPO

A nossa opção...

Daisypath Anniversary Years Ticker

Evolução do André...

Lilypie