Os cantos e os mergulhos de uma pequena sereia neste enorme mar da vida...

Cantos recentes

6 meses...

8 semanas...

24 dias...

O Parto!

E o André nasceu!!!!

36 semanas + 4 dias...

36 semanas...

35 semanas...

34 semanas + 1 dia...

33 semanas + 1 dia...

Cantos anteriores

Novembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Agosto 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Outros mergulhos

Terça-feira, 19 de Dezembro de 2006

E assim corre o tempo...

E pronto, tudo passa, e o tempo vai correndo...

Puxei a conversa sobre nós, sobre o que te ia no pensamento, falei um pouco (a medo, não consigo evitar...) das minhas inseguranças e tu acalmaste-me um pouco, só um pouco...

Disseste-me que eu não tenho que ficar insegura porque "estamos estáveis" mas que tudo tem que acontecer com tempo, para acontecer de uma forma consolidada, com uma base sólida. Não podia concordar mais com a última parte, agora, a parte do "estamos estáveis" questiono-me sobre o que isso significa exactamente... Pois eu sempre disse, e mantenho, que tudo deve ir devagar para precisamente avançar de uma forma sólida, mas!...

1º: além de estar apaixonada, amo-te e vejo em ti a pessoa que quero ao meu lado;

2º: não tenho coragem de to dizer porque tenho medo que te "assustes", que por não sentires o mesmo por mim (com a mesma intensidade ou simplesmente não estares apaixonado por mim, o que me preocupa deveras...) pensares que isso é injusto (ou outra coisa qualquer...) e não quereres continuar;

3º: continuo com um medo terrível que tu de um dia para o outro me deixes dizendo apenas que já não gostas de mim, assim, de repente, sem aviso prévio. (ok, aqui está o meu medo de me voltar a acontecer o mesmo);

4º: tenho medo que estejas comigo porque até sou uma pessoa fantástica, querida, carinhosa, inteligente, que partilha os mesmos valores que tu, que dou imenso apoio, que gosto de crianças, etc, etc.... mas!!! não porque estás apaixonado por mim, não porque me amas...

Depois, vejo que gostas e queres estar comigo, que gostas que eu partilhe o teu mundo, que te acompanhe quando visitas os teus amigos...

E ando sempre sempre a tentar aperceber-me dos sinais, tentar ler nos teus olhos, nos teus gestos, o que te vai no coração... sem coragem de perguntar directamente, porque tudo o resto me diz apenas talvez, e eu talvez não queira ter a certeza... E vai daí a variabilidade do meu humor: ora tenho um sorriso estampado no rosto, sereno e feliz, ora fico murcha, preocupada, angustiada e triste...

E mais uma vez passo imenso tempo a tentar analisar, discernir, dissecar o que te vai na alma, no coração...

Bolas, e assim fico... à espera que o tempo passe............. à espera...................    à        e s p e r a.......................     à        e  s  p  e  r   a ..........

cantado por Sereia.76 às 23:45
link do post | mergulhar | favorito

Sereia...

pesquisar

 

Novembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
blogs SAPO

A nossa opção...

Daisypath Anniversary Years Ticker

Evolução do André...

Lilypie